Arquivos de Tag: Art. 383 CLT.

Períodos de Descanso do Trabalhador

Imagem

Períodos de Descanso do Trabalhador

Todo trabalhador Celetista (aquele que tem a CTPS assinada) faz jus a períodos de descanso objetivando manter sua saúde e como consequência a sua força de trabalho.

A CLT no seu artigo 382, diz claramente que “Entre 2 (duas) jornadas de trabalho, haverá um intervalo de (onze) horas consecutivas, no mínimo, destinado a repouso.” Aqui a CLT está a tratar do chamado “Período Extra Jornada”, ou seja, aquela compreendendo o término de uma jornada e o reinício, frisando-se que refere-se a um mesmo contrato de trabalho, não havendo portanto aplicação desse artigo a contratos distintos, como é o caso por exemplo dos professores.

O legislador aqui pretende proteger o sono e o repouso do trabalhador. Para aqueles que não conhecem bem a história da industrialização, os empregados trabalhavam de 6 horas da manhã as 2 horas da madrugada, havendo portando um período insignificante de 4 horas para repouso. Vejam como evoluiu o direito laboral.

Porém não é só o período extra jornada que é tratada na CLT. Temos também o denominado “Período Intrajornada”, ou seja, aquele período de descanso dentro da própria jornada, geralmente destinado para refeições e lanches. Esse período é referenciado no artigo 383 da CLT que assim disciplina: “Durante a jornada de trabalho, será concedido à empregada um período para refeição e repouso não inferior a 1 (uma) hora, nem superior a 2 (duas) horas, salvo a hipótese prevista no art. 71 § 3º.”.

Portanto é essencial que o empregador observe atentamente a aplicação desses artigos, para que tais horas não sejam convertidas em horas extraordinárias (horas extras) com os consectários decorrentes desse ilícito.

%d blogueiros gostam disto: