Arquivos Mensais: julho \08\UTC 2013

Que características a empresa valoriza mais: técnicas ou comportamentais?

Que características a empresa valoriza mais: técnicas ou comportamentais?

 Autor: Ari Lima

Existem diversas características profissionais que são valorizadas pelas empresas, dentre elas encontram-se as habilidades técnicas, base para o desenvolvimento do trabalho deste profissional naquele contexto. No entanto, outras habilidades também são fundamentais para que este colaborador possa utilizar seus conhecimentos técnicos de maneira útil para a organização em que trabalha. São as “7 competências essenciais” que possibilitarão a este profissional usar de maneira proveitosa e eficaz seus conhecimentos e sua competência técnica.

Um profissional pode ter grande habilidade técnica para desenvolver suas tarefas, mas, mesmo assim, precisará estar motivado para fazê-lo. É importante saber trabalhar em equipe, pois haverá ocasiões em que necessitará da ajuda de outras pessoas para realizar determinadas tarefas. Seu relacionamento interpessoal com os colegas de trabalho, com os clientes e com os fornecedores pode facilitar de maneira relevante seu trabalho. A criatividade para solucionar problemas incomuns que surgirem será de grande importância, e a capacidade de produzir conhecimentos continuamente ajudará no seu crescimento profissional.

Existe um estudo do professor John Kotter, da Universidade de Harvard, apresentado no livro As Novas Regras. Ele acompanhou um grupo de 115 alunos desta universidade, durante 20 anos, após sua formatura em 1974. Comparou o desempenho profissional deles ao final do período, com as notas obtidas pelos mesmos, ao concluírem o curso. O resultado, ao contrario do que se esperava, mostrou que não havia ralação positiva entra as notas obtidas, e o sucesso pessoal e profissional alcançado pelos participantes. Ou seja, os melhores alunos não foram os que obtiveram maior sucesso pessoal e profissional.

Por esta razão, destacamos 7 competências como essenciais para a realização de um trabalho eficaz nas organizações, e que são extremamente valorizadas nas empresas, são elas:

  • auto-motivação – que é a capacidade de se motivar continuamente, independente das situações adversas ou contratempos que possam ocorrer.
  • bom humor – que é a arte de gerenciar o próprio estado de espírito, para enfrentar o trabalho do dia a dia e a vida pessoal.
  • produção de conhecimento – capacidade de crescer profissionalmente, adquirindo conhecimentos relevantes a sua profissão.
  • liderança – capacidade de dirigir pessoas e obter o melhor delas.
  • relacionamento interpessoal – capacidade de se comunicar com as pessoas em geral de forma eficaz, fazer amigos e influenciar pessoas.
  • criatividade – capacidade de inovar, criar  métodos e soluções novas.
  • capacidade de sonhar – exercício de imaginar coisas  impossíveis e criar condições para realizá-las.

Sobre a questão, que características a empresa valoriza mais: técnicas ou comportamentais? Diríamos que as habilidades comportamentais são mais valorizadas em relação às habilidades técnicas. A oferta de profissionais com conhecimentos técnicos específicos para as várias funções disponíveis no mercado de trabalho são grandes, haja vista o nível de desemprego existente. No entanto, profissionais com as 7 competências essenciais são uma exceção a regra, e por isto são muito mais valorizados pelas empresas em geral.

Normalmente estas características são negligenciadas por muitos profissionais que se empenham em adquirir formação técnica, através de cursos e treinamentos, e esquecem que mesmo sendo um profissional competente tecnicamente, precisarão também trabalhar em equipe, estarem motivados, criarem e inovarem continuamente e se relacionarem de maneira eficaz.

De fato, para as empresa, um profissional com as 7 competências essenciais bem desenvolvidas, e com habilidades técnicas apenas mediana, torna-se muito mais útil àquela organização, do que um profissional destacadamente competente do ponto de vista técnico, mas com graves problemas de relacionamento interpessoal, falta de motivação, instabilidade emocional e outras carências comportamentais.

Portanto, sugerimos que empresas e profissionais busquem, alem da formação técnica, desenvolver também este conjunto de competências comportamentais tão importantes para a produtividade organizacional: a 7 competências essenciais.

 

Artigo publicado originalmente em:  http://www.algosobre.com.br/carreira/que-caracteristicas-a-empresa-valoriza-mais-tecnicas-ou-comportamentais.html

Anúncios

O empregado doméstico tem direito a FGTS, mas quando e como?

logofgts_v2

O empregado doméstico tem direito a FGTS, mas quando e como?

Você sabia que com a edição da Emenda Constitucional 72, de 2013, o empregado doméstico passou a ter direito ao FGTS a ser recolhido pelo empregador doméstico. Porém, até que este direito seja regulamentado por lei, o recolhimento do FGTS ainda é opcional por parte do empregador. Caso o empregador faça o recolhimento facultativo, ele fica obrigado em relação aos pagamentos dos meses seguintes ao da opção. O direito de ter conta vinculada tem por objetivo proteger o empregado doméstico, garantindo a formação de reserva financeira, cujos recursos poderão ser utilizados em momentos importantes da sua vida, como nos casos de despedidas sem justa causa, aquisição ou construção da casa própria, e outras situações previstas na Lei n.º 8.036, de 1990.

Para começar um empreendimento com o pé direito, reúna informações prévias!

Imagem

Para começar um empreendimento com o pé direito, reúna informações prévias!

Muitos se aventuram por uma nova empreitada em suas vidas apenas com base na emoção. Acreditam que determinado negócio é a chave de seu sucesso, como se tivesse encontrado o “caminho para as Índias”, porém a realidade é bem diferente.

Logo se deve perguntar se o seu empreendimento é ou será viável? Portanto amigo leitor, antes de dar entrada na papelada para abrir o negócio, verifique a sua viabilidade.

O futuro empresário que queira ser bem sucedido deverá realizar uma pesquisa prévia de mercado, para identificar com clareza o melhor local para abrir o seu empreendimento, além é claro de avaliar seus concorrentes, fornecedores e consumidores.

Este tipo de levantamento é senão um dos passos mais importantes a se tomar, com vistas a solidez de seu novo empreendimento.

Ao realizar esse passo com cautela, você terá uma visão mais clara e acertada do empreendimento, podendo assim definir metas, objetivos e com isso não cair em armadilhas comuns, ou ainda erros clássicos.

Entendo que a elaboração de um plano de negócio escrito é deveras um fator determinante para o sucesso.

No plano o empreendedor irá organizar as informações previamente coletadas sobre a empresa que deseja montar. Logo o planejamento lhe proporciona uma visão mais clara e consistente sobre o desenvolvimento da empresa em metas reais e possíveis de serem alcançadas.

Para que seu plano de negócios seja exitoso, considere-o com uma consultoria especializada, que poderá lhe sugerir ajustes para maior equilíbrio de sua futura atividade empresarial ou comercial.

Procure lançar em seu plano de negócios informações que identifiquem com clareza o conceito do negócio a ser empreendido, os eventuais riscos, os ditos concorrentes, bem como o perfil da sua futura clientela, alocando ainda nele as estratégias de marketing e o seu plano financeiro que somados viabilizarão a nova empresa.

Agora, você deve ter em mente que este plano não é apenas para inglês ver, mas sim um documento de consulta permanente e que deverá ser seguido de perto, pois somente com planejamento, disciplina e foco, será possível atingir os nossos objetivos.

Mãos a obra e Sucesso!

%d blogueiros gostam disto: